Publicidade

Publicidade
27/10/2006 - 00:01

A telenovela da BBC

Compartilhe: Twitter

A venerável emissora britânica BBC, quem diria, vai produzir telenovelas à moda latina, com vilões, viradas na trama e duração limitada, anunciou o jornal “The guardian”.

Inspirada pelo sucesso da versão americana da colombiana “Betty, a feia”, a BBC já encomendou o texto ao dramaturgo Jonathan Harvey e associou-se à produtora independente Talkback Thames, responsável por “O aprendiz”.

A emissora aposta na novela para aumentar seus índices de audiência no horário nobre, mas terá de enfrentar a resistência dos espectadores ao formato desconhecido.

“A novela vai pegar na Grã-Bretanha, mas será o último país onde isso irá acontecer”, diz Nadav Palti, presidente da Dori Media (que vende a mexicana “Rebelde” para o mundo).

Ao “Daily Telegraph”, Palti deu um dado assustador: hoje 2 bilhões de pessoas, um terço da população mundial, assistem a telenovelas em mais de 100 países.

Mas, a julgar pela reportagem do “Guardian”, a Inglaterra parece mesmo longe de entender o fenômeno: “Tentar ser atendido em um bar no Brasil ou um café na Colômbia enquanto esses países estão na onda de uma novela é inútil, porque todos os olhos estão vidrados em um onipresente aparelho de TV.”

Esse repórter anda freqüentando os bares errados.

Autor: - Categoria(s): Posts Tags:

Ver todas as notas

7 comentários para “A telenovela da BBC”

  1. JOÃO Paulo disse:

    Mas eles tem razão! Claro que têm. Somos um país noveleiro mesmo e tudo aqui vira novela. Principalmente na política. É uma atrás da outra.

  2. Televizinho disse:

    Sendo o Brasil “a meca” dos noveleiros e novelista e um país que faz um tremendo sucesso lá fora com suas novelas, seria de bom alvitre os ingleses fazerem uma consulta por aqui e, aproveitarem o momento para assistirem o último caítulo da novela que é o sucesso do momento: DE ONDE VEIO O DINHEIRO DO DOSSIÊ?

  3. Vanderlei disse:

    Não, ele não anda freqüentando os bares errados. A regra é esta. Encontrar um lugar para comer ou beber sem televisão (e, o que é pior, sintonizada na Globo) é uma árdua tarefa nos dias de hoje. Haja paciência!

  4. Te disse:

    Não anda não. Nos EUA é a mesma coisa com últimos episódios de séries populares. O de Friends foi um fenômeno.
    E as adaptações de obras da literatura da BBC, será que vão continuar? Eu gosto delas.
    Os ingleses vão gostar das novelas sim. Se os chineses e os russos gostam, por que eles não? Deviam passar logo A escrava Isaura, essa agrada a todos.

  5. Rita disse:

    Gente, mas os ingleses são VICIADOS em novela! Confesso que não entendi essa nota, porque qualquer um que já tenha passado por lá já viu a força de tramas como Eastenders e Coronation Street, isso sem contar as que eles importam da Austrália, como Neihghbours (a novela mais vista do mundo).

  6. Heitor Augusto disse:

    Vanderlei: haja paciência!, não. Haja coração!

  7. Roberto Pedreira de Freitas Ceribelli disse:

    EUA são mestres em séries e filmes, Brasil em novelas … que tal um intercâmbio … positivo e operante, sargento … papapapá.
    Beto Beto Beto Beto and U.S. Army …

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo