Publicidade

Publicidade
28/02/2007 - 18:54

Séries de TV viram tema de curso

Compartilhe: Twitter

No próximo dia 10, a Casa do Saber de São Paulo dá início ao curso “O fenômeno das séries de TV”, mais uma prova de que esses programas tornaram-se parte essencial da cultura audiovisual também no Brasil. O curso será ministrado por Cássio Starling Carlos, crítico de cinema da “Folha de S. Paulo” e autor do livro “Em tempo real – Lost, 24 horas, Sex and the city e o impacto das novas séries de TV”, ótima introdução ao tema, já resenhado aqui. Mais informações sobre o curso podem ser obtidas pelo tel. (11) 3707-8900 ou pelo site www.casadosaber.com.br.

Autor: - Categoria(s): Posts Tags:

Ver todas as notas

4 comentários para “Séries de TV viram tema de curso”

  1. . flávio . . disse:

    …(bocejo)…

    séries? casa do saber? pelo menos está mais adequado às pretensões daqueles cursinhos careiros e superficiais… “Nietszche em 4 aulas de 2h”? “Conjuntura internacional em uma palestra de Moniz Bandeira”? “Curso de política do Alckmin”?

    Melhor falar sobre séries… pelo menos o público já chega com mais conhecimento de causa. Se bem que aposto que vão transformar o tema em alguma síntese cultural…. eitcha…

  2. Te disse:

    O problema é que os cursos deles são caaaaros!

  3. Daniela Chaim disse:

    Pra começar esta Casa do saber parece que foi criada para dar um pouco de cultura aos ricos e novos ricos, para que os mesmos tenham assuntos para discutir em rodinhas animadas por bebidas e drinks refinados e importados(é claro). O preço dos cursos são uma baba, e nem sempre os convidados são devidamente credenciados sobre o assunto. Se fosse realmente um empreendimento voltado ao SABER, ou pelo menos pra uma grande maioria(classe média) eu até daria mais créditos. Mas vamos combinar Maria fernando Cândido e outros dando palestras sobre filosofia e outros asusuntos do gênero…não muito obrigado.

  4. Daniela Chaim disse:

    Por digitar muito rápido meus erros são de doer ai no comentário de cima, mas Casa do Saber,ha,ha,ha.
    Muita gente que freqüenta, aposto, só está lá por ser considerada uma atividadade cool entre a classe A (a no sentido de grana e não de cultura), e não deve entender muito as tais palestras, ou os palestrantes devem “mastigar ” um pouco o assunto para tais platéias.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo