Publicidade

Publicidade
30/05/2008 - 18:38

Xingue com Al Pacino

Compartilhe: Twitter

Você já deve ter ouvido falar de sessões de cinema do tipo “Sing-along” (Cante junto), em que as músicas do filme são acompanhadas pelo público (em alguns casos, as letras surgem na tela com aquelas clássicas bolinhas saltitantes). Talvez o musical que mais serviu a esse tipo de evento até hoje foi o “Rocky Horror Picture Show” (1975), que atrai para sessões da meia-noite em várias cidades americanas centenas de fãs fantasiados como os personagens que conhecem as letras e os diálogos de cor.

 

Pois o Los Angeles Film Festival acaba de criar uma nova modalidade de interação com a platéia: o “Swear-along” (Xingue junto). O filme escolhido para a sessão, no dia 20 de junho, não poderia ser mais adequado: “Scarface” (1983), dirigido por Brian De Palma e protagonizado por Al Pacino como o mafioso Tony Montana. Só a palavra “fuck” é dita 226 vezes, um recorde na historia do cinema. E há vários outros tipos de palavrão ao longo do filme.  

 

Se houvesse uma sessão dessas no Brasil, qual filme você escolheria para xingar junto? Acho que os candidatos naturais da maioria serão “Cidade de Deus” (“Dadinho é o caralho, meu nome é Zé Pequeno!”) e “Tropa de Elite” (“Essa pica não é mais minha, essa pica agora é do aspira”). Pessoalmente, gostaria mais de soltar um “Eu te amo, porra!” em uníssono com o Paulo César Pereio. 

Autor: - Categoria(s): Uncategorized Tags:

Ver todas as notas

2 comentários para “Xingue com Al Pacino”

  1. Bruno M. Oliveira disse:

    Caro Ricardo,

    antes de qualquer coisa, gostaria de parabenizá-lo pelo retorno ao mundo dos blogs. Os leitores só temos a agradecer. O Olha Só estava fazendo muita falta.

    Quanto a xingar junto, eu me realizaria não falando um palavrão, mas dizendo junto com o Clint Eastwood a frase lapidar que o justiceiro interpretado por ele em Os Intocáveis solta ao final da fita: Quem não quiser morrer saia pela porta dos fundos! Genial!!!

    Grande abraço.

    Bruno M. Oliveira.

  2. Bruno M. Oliveira disse:

    Errata: o filme em que Eastwood diz a famigerada frase não é Os Intocáveis – sucesso de Brian De Palma estrelado por Kevin Costner -, mas sim Os Imperdoáveis, no qual Gene Hackman rouba a cena como Little Bill.

    Abraço.

    Bruno M. Oliveira.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo