Publicidade

Publicidade
29/07/2008 - 23:44

O rap de Bollywood

Compartilhe: Twitter

Para que lado do mundo o cinema americano olha neste momento? Se você disse América Latina, está bem frio… Tente mais longe, para os lados do Oriente. Índia, por exemplo. A cada dia surgem novas notícias de associações entre artistas americanos e indianos, entre Hollywood e Bollywood, como é conhecida a meca do cinema em Bombaim.

 

A última parceria foi tema de reportagem do “New York Times”: o rapper americano Snoop Dogg gravou música e clipe com o astro indiano Akshay Kumar para promover o filme bollywoodiano “Singh is Kinng”. No clipe da canção, uma mistura de hip hop e bhangra, Dogg (já chamado de “o gigolô mais amado da América”), aparece com um turbante Sikh. No vídeo abaixo, Kumar e Dogg comentam a gravação do clipe:

 

 

 Na semana passada, foi a vez de Natalie Portman aparecer como diva bollywoodiana no clipe de “Carmensita”, de seu namorado venezuelano Devendra Banhart, uma homenagem ao cinema indiano e seus clichês. Não apenas a música é melhor do que a de “Singh is Kinng”, como Portman fica bem mais interessante caracterizada como indiana do que Dogg. 

 

 

Sylvester Stallone já anunciou uma participação especial em um filme de Bollywood, e a produtora indiana Reliance Big Entertainment pretende investir centenas de milhões de dólares em estúdios americanos, incluindo a Dreamworks de Spielberg – o que talvez ajude a explicar o súbito interesse de Hollywood pela Índia.

Autor: - Categoria(s): Uncategorized Tags:

Ver todas as notas

2 comentários para “O rap de Bollywood”

  1. Fabio Negro disse:

    Acaba sendo o memo papo de Grindhouse, o ação conjunta do Tarantino com Rodriguez:

    Os caras não são desse universo, apenas o assistiram.

    Todas essas tentativas chiques de imitar Bollywood são horrendas!

  2. André Veiga disse:

    Honestamente, o que mais dói é imaginar a Natalie Portman nos braços do mega-maleta Davendra Banhart

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo