Publicidade

Publicidade
22/07/2009 - 23:48

O tamanho importa?

Compartilhe: Twitter

A pergunta do título se refere a filmes, claro. A resposta é não, não importa. Mesmo assim, ficamos curiosos para saber se eles estão mesmo crescendo. E a resposta é sim, eles estão. O Imdb, site de referência sobre cinema, pegou os 50 filmes mais bem avaliados de cada década e comparou a duração média. O resultado está no gráfico abaixo (clique nele para ver em detalhes).

Na década de 1910, os filmes tinham uma duração média um pouco superior a 75 minutos. Na década seguinte, pularam para quase 90. Nos anos 2000, passaram de 127 minutos.

I’ve always found it strange that everyone I know outside of my film geek circle tends to complain about the length of longer films, especially since the highest grossing films of all time are long. Below is a chart showing the running times of the top 14 grossing lie action films of all time. As you can see, all of the movies run over two hours, with some even running longer than three. The average run time is 159 minutes, or 2 hours and 39 minutes.

O site /Film fez outro gráfico interessante sobre a duração dos filmes. Pegou as 14 produções de maior bilheteria de todos os tempos – descartando as animações, voltadas para um público que tem problemas para aguentar longas projeções – e observou que todas tinham mais de duas horas de duração. A conclusão básica é: não é a duração que afugenta o público. Muito pelo contrário.


 

 

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

1 comentário para “O tamanho importa?”

  1. Bruno Stern disse:

    Assim o público vê mais tempo de projeção para cada ingresso que compra.

    Acho que um filme de grande lançamento com duração bem longa acaba passando a mensagem de tem muito a ser visto.

    No caso de adaptações como Senhor do Anéis e Harry Potter ainda há a necessidade de se agradar os fãs das séries literárias com fidelidade aos originais. Isso acaba obrigando os filmes a serem longos para manter o máximo de passagens possíveis dos livros.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo