Publicidade

Publicidade
21/12/2009 - 09:19

Brittany Murphy foi um exemplo de reinvenção

Compartilhe: Twitter

Apesar da carreira curta, Brittany Murphy foi um exemplo de capacidade de reinvenção. A primeira vez que a vi – e imagino que tenha sido a primeira vez também da maioria dos espectadores – foi como o patinho feio de “As Patricinhas de Beverly Hills”. Quando voltei a encontrá-la nas telas, já tinha se transformado em símbolo sexual em dramas (“8 Mile”), comédias românticas (“Recém-Casados”), adaptações de graphic novels (“Sin City”). Um processo semelhante ao que ocorreu com Penélope Cruz, que foi da irmã feia de “Sedução” a maior musa do cinema espanhol.

A trajetória de Brittany prova que a beleza, sobretudo no cinema, é uma construção. Mas não o talento. Ela o tinha de sobra, se destacava mesmo em filmes menores. E isso explica por que sua carreira cresceu enquanto a da maioria dos atores de “As Patricinhas de Beverly Hills” minguava, especialmente a da protagonista Alicia Silverstone. Segundo relatos lidos aqui e ali, sua carreira só não subiu mais por causa do temperamente difícil. Brittany morreu ontem, aos 32 anos, deixando a sensação de que poderia ir – e poderia ter ido – muito mais longe.

P.S.: gostando ou não de “Lula, o Filho do Brasil”, é claro que toda minha torcida vai para que Fábio Barreto se recupere da melhor e mais rápida maneira possível.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

38 comentários para “Brittany Murphy foi um exemplo de reinvenção”

  1. Já conhecia Brittany…mas com Grande Menina, Pequena Mulher, ela me conquistou totalmente.

    Uma doçura no olhar, um jeito de atuar que eu considerava desconcertante…

    Muito linda, sorriso de criança.

    Uma pena, fico com as palavras de Asthon Kutcher: “the world lost a little piece of sunshine.”

  2. Gabriela. disse:

    Já vi alguns filmes dela,realmente tinha muito talento,me surpreendi ao saber da morte dela,foi tão cedo e daquela maneira.

  3. Luis Antonio disse:

    Me responda, por favor, Ricardo, nem que seja por meio de um artigo, mas não deixe de me responder.
    O que leva esse pessoal do meio artistíco, cantores, atores a se drogarem e morrer tão jovens? Tanto aqui como em outros lugares. As vezes bem sucedidos na carreira. Só na minha lembraça, relembro alguns que morreram por causa de algum tipo de droga. Raul Seixas, Antonio Marcos, Elis Regina, MJackson, o ator de ” Battman”, vários cantores de rock, Brittany Murphy, Marilyn Monroe, Judy Garland, Janis Joplin, Jim Morrison,Bob Marley, Jimmy Hendrix,, Cazuza, Cassia Eller, Renato Russo (Aids ou drogas?), Tim Maia, Carmem Miranda, Ingrid Bergmam (cigarro), Walt Disney, John Wayne, Steve McQueen (cigarro), Nat King Cole , Clark Grable (59 anos), Ian Fleming (56 anos, criador do James Bond), Robert Shaw (51 anos), Errol Flynn (50 anos) e Roy Orbison (52 anos), Paul Newman, Sigmund Freud dentre tantos outros.

  4. so disse:

    vcs deveriam ter um canal para comunicar erros.

  5. vitor estevão disse:

    E uma pena, era uma linda mulher , muito talentosa e sobre tudo muito jovem!!

  6. Felipe disse:

    Apesar das lindas palavras de quem com ela se relacionou, ouso discordar de Ashton Kutscher. Agora é que o mundo GANHOU um raio de Sol.

    É mais salutar brilhar lá em cima. É uma pena que o seu talento, maior do que muitos pensam, tenha sido tão subestimado.

    Foi com “Grande menina, Pequena Mulher” que me apaixonei por Brittany. E um ser tão gracioso não poderia se despedir numa data melhor do que a noite de Natal.

    Prefiro acreditar que Brittany renasceu.

  7. Walter Ice disse:

    Não morreu, virou purpurina.

  8. Ingrid disse:

    Olá,

    Apesar de jovem, Brittany Murphy tinha uma extensa filmografia, não apenas para cinema, como também para televisão. Acho que o colunista precisa se atualizar…

  9. jéssica santos disse:

    fico muito trsite em saber que perdemos mais um talento internacional era uma mulher linda com talento maravilhoso que Deus a tenha em um bom lugar

  10. Daniela Alpa disse:

    Ela para mim, foi e sempre será a melhor atriz de todas, e com certeza o mundo perdeu uma luz !

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo