Publicidade

Publicidade
28/12/2009 - 16:44

Os melhores filmes do ano nunca estrearam no Brasil

Compartilhe: Twitter

Em meio a uma enxurrada de retrospectivas do ano no cinema, o cineasta Carlos Reichenbach, um habitué deste espaço, conseguiu sair do senso comum e citar um dado novo – e alarmante – em seu blog. Seus cinco filmes estrangeiros preferidos de 2009 não chegaram ao circuito comercial. Ou eles ficaram restritos a festivais e mostras, ou tiveram lançamento exclusivo em DVD ou ainda só puderem ser vistos pela internet.

São eles: “A Ressurreição de Adam” (Paul Schrader), “Vencer” (Marco Bellochio), “Erótica Aventura” (Jean Claude Brisseau), “Guerra ao Terror” (Katherine Bigelow) e “Doce Perfume – Tatarak” (Andrzej Wajda). Eu incluiria à lista ao menos “35 Doses de Rum” (Claire Denis), outra obra-prima ainda não comprada por distribuidoras nacionais. Da lista do cineasta, eu vi apenas o brilhante “Vencer” (único com previsão de estreia no Brasil, em 19 de março). Mas, confiando no olhar de Carlão e no currículo dos diretores, só podemos lamentar a cegueira dos distribuidores.

Graças a Deus existem os festivais e a internet porque, se dependéssemos apenas do circuito comercial, nunca veríamos alguns dos melhores filmes que o cinema internacional produz. Nossa cadeia de distribuição e exibição continua muito aquém do desejado.

Ah, sim, fiquei muito feliz de ver que Carlão colocou entre seus melhores do ano “O Lutador” (Darren Aronofsky), este sim lançado comercialmente, que ficou em terceiro na minha lista e, salvo engano, apareceu em pouquíssimas outras relações. Para mim, é o campeão entre os filmes mais subestimados de 2009.

Aproveito este post para me despedir dos leitores que me aguentaram neste ano. Estarei de volta em 4 de janeiro, com a esperança de que 2010 seja um ano melhor para o cinema, especialmente o brasileiro.

Um abraço e até já.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

12 comentários para “Os melhores filmes do ano nunca estrearam no Brasil”

  1. Daniel disse:

    E só pra lembrar, o Death Proof do Tarantino (que não é tudo isso, mas é um Tarantino) continua na gaveta da Europa Filmes desde 2007.

  2. João P. Sembrasso... disse:

    … Boas férias…

  3. Bahback disse:

    iskeçeram de falá do Esterminator do Futuro 3… é o mió.

  4. Monstro Tricolor Paulista disse:

    Ahh essas materias de melhor filme do ano não estrear no Brasil, ja ta me enxendo o saco… “Ah os melhores filmes são os Europeus, pois transmitem mais emoção, as paisagens, figorinos são melhores, e as hitorias, aaahhh me fazem chorar aos prantos…”, fala sério, esses criticos de cinema Brasileiro, q em sua maioria cineastas fracassados, são todos uma piada… se não gosta de filmes no padrão de Hollywood, não enxa + o saco, tenha dó…. é o tempo todo esses Losers se achando superiores.

  5. TAKIM DA MÉZA disse:

    ÔÔÔ PESSOAL, ESTAMOS NO BRASIL, PAÍS DE TERCEIRO MUNDO ! SE LIGUEM, COBRAR, CULTURA AQUI É SACANAGEM ! O PRESIDENTE DO PAÍS É ANALFABETO, CACHACEIRO E CORRUPTO , QUEREM MAIS O QUE ?

  6. Marcos Machado disse:

    O Filme “À Prova de Fogo” distribuido pela Sony, fez um grande sucesso no cinema americano porem, no Brasil veio direto em dvd.

  7. OLAVO PINTO disse:

    ESTÃO RECLAMANDO DO QUÊ? Contentem-se com o filme do LULA-o filho… Tá bom demais, além do GilbertoGil ter saído do Ministério. Tá tudo ótimo para a mentalidade da Ditadura do Proletariado vingente! Feliz 6,14% de aumento aos aposentados e divirtam-se com o Bolsa cinema!!!

  8. old cock disse:

    achei muito bom o Death Proof do Tarantino (2007), inacreditavel que não tenha passado aqui no congo, quer dizer brasil…

  9. Antonio Carlos Pizzolato disse:

    Ricado Cali, fui ao cinema para assistir o filme do Lula. Me desculpe senhor Presidente, achei que encontraria sua vitoriosa campanha pela democracia, sua luta pelo sindicalismo, porém, nada disso foi visto. Vi apenas um melodrama onde faltou entrar na cabine telefônica e sair voando, para salvar ninguem e nada….. Pensei, porque não mostrou os comícios das “Diretas já”…. Parei, pensei e concluí……. Se fosse colocado estes comícios, obviamente não seria seu filme, mas sim do Ulisses Guimatães, Franco Montoro, Osmar Santos, Mario Covas, e outros tantos homens e políticos que não nos envergonharam. Vem dar uma voltinha em Suzano/SP, o Senhor prefeito daqui, não teve nunhuma conta aprovada pelo Tribunal de Contas….Desculpe, não sou político, mas o prefeito daqui é do seu partido. Sacanearam com o cinema brasileiro….. Será que não deva para me devolver o dinheiro de bilheteria?

    • old cock disse:

      “será que dá pra devolver o dinheiro do ingresso?”

      como é? o cara fomenta o sucesso desse filme ridiculo(e eleitoreiro) e ainda vem dar uma de vitima?

      pérolas aos porcos brasilllllll

  10. Leo disse:

    Guerra ao terror já foi lançado em vídeo no Brasil, pela Imagem.

    http://blog.telecine.globo.com/cultblog/2009/12/18/guerra-ao-terror-e-boicote-ao-bom-cinema/

  11. Eder Aires disse:

    Eu ainda incluiria o “deixe ela entrar” na lista. Ótimo.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo