Publicidade

Publicidade
07/02/2010 - 21:11

Se grandes cineastas dirigissem o Super Bowl…

Compartilhe: Twitter

No momento em que o Super Bowl verdadeiro começa nos Estados Unidos, descubro este vídeo publicado pelo site Slate V, em que se imagina como seria a final do futebol americano dirigida por grandes cineastas. Na lista, Quentin Tarantino, David Lynch, Wes Anderson, Jean-Luc Godard e Werner Herzog. Nem tudo funciona. As versões de Tarantino e Godard, por exemplo, são caricaturas meio bobas. Mas as de Lynch e Anderson acertam o ponto. E a de Herzog, que usa a narração do cineasta em “O Homem Urso”, é brilhante.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

6 comentários para “Se grandes cineastas dirigissem o Super Bowl…”

  1. fábio disse:

    …………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………….Calil,
    ……………………………………………………………………………………………….
    ………quando chega nos dois caras de terno do Davidi Linch
    …………………………………………….trava.
    ………………………Daí prá diante,…não róda mais.
    ………………………………………………………………………………………………..
    ……………Mas tãnto o do Quentin tarantino,..quanto o do
    ……………………………David estão BEM legais.
    ……………………………………………………………………………………………….

  2. Elson disse:

    Futebol americano é chato demais!!!!!!!!!
    Talvez seja o único “esporte” que me lembre que só um povo aprecie.
    É interessante que nem a força do cinema americano promovendo-o, fez com que os outros países gostassem um pouco dessa porcaria!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Rozivaldo disse:

    Hahaha! Genial! Os superbowls de David Lynch e Wes Anderson são os melhores. Queria ver um do Hitchcock.
    Elson, como alguém pode ter a internet à disposição e ainda assim ser tão desinformado?

  4. […] Ricardo Calil Como seria o Super Bowl dirigido por Quentin Tarantino (Leia mais…) […]

  5. carlos eduardo pereira disse:

    Aliás não é só o futebol deles (e não do mundo) que é chato pra dedel, o basebol tbm é outra porcaria do americano…Ah sim! Sem falar do hamburguer.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo