Publicidade

Publicidade
27/09/2010 - 21:51

Os documentários brasileiros vão bem, obrigado

Compartilhe: Twitter

Dois filmes em cartaz em São Paulo confirmam o bom momento do documentário brasileiro: “Terras”, de Maya Da-Rin, e “Cildo”, de Gustavo Moura. Não há parentesco temático entre eles. O primeiro vai até a fronteira tríplice entre Brasil, Colômbia e Peru para registrar o cotidiano dos moradores das cidades gêmeas Letícia e Tabatinga, em meio à floresta amazônica. O segundo se detém sobre o processo criativo do artista plástico carioca Cildo Meireles.

Mas algumas das virtudes dos filmes são parecidas. Os dois têm uma visão “de dentro para fora”. Em “Terras”, falam apenas os moradores das duas cidades. Em “Cildo”, só o artista retratado. Não há especialistas ou autoridades analisando os universos abordados. Assim, rejeitam-se vários “ismos” de uma só vez: o didatismo, o psicologismo ou o sociologismo.

No lugar deles, há uma tentativa de transmitir a experiência de se estar naquela fronteira amazônica ou dentro de uma instalação de Cildo. Para tanto, o essencial é dar tempo para ajustar-se ao ritmo das pessoas do lugar ou do processo do artista, é ouvir com atenção os ruídos da floresta ou da obra de arte. “Terras”, por sinal, tem o mais impressionante trabalho de captação e edição de som de um documentário brasileiro recente.

Os dois filmes deixam a boa sensação de que os documentários brasileiros vêm aprendendo a se afastar do jornalismo para se afirmar simplesmente como cinema.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

2 comentários para “Os documentários brasileiros vão bem, obrigado”

  1. Mardones Ferreira disse:

    Quando é que teremos um festival de documentários nacionais ‘rodando’ pelo Brasil ou, ao menos, pelas capitais?
    Mudei de Salvador para Curitiba e continuo me sentindo fora do planeta.
    Nada passa por aqui!
    Rio-Sampa até quando?!

  2. Cristiano disse:

    Fui ontem assistir o filme “Terra deu Terra Come” , gostei muito principalmente da temática, vale a pena conferir … mais um que vai bem.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo