Publicidade

Publicidade
16/01/2012 - 15:36

Anotações soltas sobre o Globo de Ouro

Compartilhe: Twitter

Se, nos últimos anos, o Oscar parece cada vez mais uma ação de marketing para alavancar marcas de alta costura, o Globo de Ouro, por sua vez, soa como propaganda institucional do setor de bebidas.

***

Nas entrevistas do tapete vermelho, na apresentação de Ricky Gervais, em alguns discursos da noite (veja a cobertura completa do iG aqui), o fato mais elogiado da cerimônia de ontem foi, mais uma vez, a bebida liberada durante a festa. Parece um bando de pré-adolescentes tomando seu primeiro Keep Cooler. E não os mitos do cinema e da TV que eles supostamente deveriam encarnar. O discurso mais original da noite, agora não me pergunte seu autor, foi o de um sujeito que agradeceu pela comida deliciosa.

***

Rob Lowe e Julianne Moore iriam entregar um dos prêmios. Até que ela percebeu que estava sem o envelope com o ganhador, e ele soltou de improviso: “É por isso que nós amamos esse evento!” Os astros hollywoodianos nem disfarçam mais que o Globo de Ouro é um prêmio café com leite e tratam os membros da Associação de Imprensa Estrangeira com total condescendência.

***

Meryl Streep foi receber o prêmio de melhor atriz dramática por “A Dama de Ferro”. Disse que esqueceu os óculos na mesa para ler seu discurso. Alguém se apressou para entregar os óculos a George Clooney, que passou-os ao diretor David Fincher – que achou melhor não interromper a fala já iniciada da atriz. O Globo de Ouro também tem um lado festa da firma: é bom ficar atento para não exagerar na bebida e dar vexame, mas não precisa levar tão a sério.

***

Havia um constraste enorme entre a animação das conversas de bastidores entre os convidados, exibidas antes e depois dos intervalos, e a cara de tédio profundo que eles exibiam as serem flagrados pelas câmeras durante os discursos dos colegas. Exceção feita aos vencedores da noite, eles deixaram claro que estavam ali para o social.

***

No ano passado, o grande vencedor do Globo de Ouro foi o apresentador Ricky Gervais, que expôs o que havia de ridículo nesse tipo de cerimônia e acabou incomodando muitos presentes. Neste ano, não houve grandes vencedores: embora Gervais ainda seja um apresentador acima da média e tenha feito duas ou três boas piadas, ele estava demasiadamente comportado para seu padrão.

***

O discurso de Morgan Freeman deveria ser cheio da emoção contida e da discreta elegência que sempre marcaram sua carreira. Mas foi apenas desanimado.

***

Sobre a premiação de cinema (ah, sim, teve isso também), duas observações: não houve grandes surpresas e os prêmios foram pulverizados entre vários filmes. Embora o Globo de Ouro tenha deixado de ser um grande termômetro para o Oscar, é possível dizer que dois filmes saem com mais chances da noite de ontem: “The Artist” e “Os Descendentes” (com “A Invenção de Hugo Cabret” e “Meia-Noite em Paris” correndo por fora). E o iraniano “A Separação” também ganhou mais pontos na corrida para melhor filme estrangeiro – o que pode ter sido a melhor contribuição do Globo de Ouro ao cinema.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

2 comentários para “Anotações soltas sobre o Globo de Ouro”

  1. fabio... disse:

    ………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………..O pior
    ………………destas “GRÃ-premiações ” americanas,
    ………….é ver os festivaizinhos de CINEMA brasileiro
    ………………………………..copiando tudo,
    ……………………………………………………………………………………………….
    …………desde o ” RÉD/CARPET ” até os ” indicados “.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ……………………………….Pelamordedeus…!
    ……………………………………………………………………………………………….
    ……………………………..Dá uma mistura de,
    ………………………….. Vergonha (colonizada)
    ………………………………………..com
    ……………………………..Vontade de sumir
    ……………………………….que não é fácil.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ………………Pelo menos ontem eles premiaram um
    …………………………………….ANÃO e
    …………………………………………a
    ………………………………….NEGONA,…com cara de lôca.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ………………….Fizeram a média com os excluídos.
    ……………………………………………………………………………………………….
    …….O ” discurso ” do Morgan Freeman foi chato mesmo.
    ………………………………………………………………………………………………
    ……….. Parecia,… ” momento emoção ” do Faustão.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ……E o Sidney Potiê,…dava impressão que ia desmontar a
    ………………………………qualquer momento.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ……………….Os vestidos da mulherada ( tirando algumas)
    …………………………………….pareciam uma
    …………………………….prévia do HALLOWEN.
    ………………………………………………………………………………………………
    ….Umas com os seios apertadinhos saltando prá fóra do
    ……………….sutiãn e outras de ” SISSI a princesinha “.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ………….O cara que apresentou,…não ví graça nenhuma
    ………………………………………..nele.
    ……………………………………………………………………………………………….
    ……………..Fésta da firma, pelo menos é tão ridícula
    ……………….que fica engraçada, esse Globo de ouro
    ……………………………é ridículo e sem graça.
    ……………………………………………………………………………………………….

  2. Lazaro Brasilio dos Santos disse:

    Não gostei do progam e o pior progama que eu tive de ver algumas pequena parte que so tem de imoral

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo